banner

Atendimento 24 Horas

Dedetizadora e Desentupidora Plaft Pluft | Atuamos em: São Paulo Capital, Litoral, Zona Sul, Zona Leste, Zona Norte, Zona Oeste, Grande ABC - ZONA SUL: Aclimação, Aeroporto, Água Funda, Alto da Boa Vista, Americanópolis, Bosque da Saúde, Brooklin, Campo Belo, Campo Grande, Campo Limpo, Capão Redondo, Capela do Socorro, Chácara Flora, Chácara Klabin, Chácara Santo Antônio, Cidade Ademar, Cidade Dutra, Cursino, Grajaú, Granja Julieta, Horto do Ipê, Ibirapuera, Interlagos, Ipiranga, Itaim Bibi, Jabaquara, Jardim América, Jardim Ângela, Jardim da Saúde, Jardim Europa, Jardim Marajoara, Jardim Paulista, Jardim São Luís, Jardim Sul, Jurubatuba, Mirandópolis, Moema, Morumbi, Panamby, Paraíso, Parelheiros, Pedreira, Real Parque, Sacomã, Santo Amaro, São Judas, Saúde, Vila Andrade, Vila Clementino, Vila das Mercês, Vila Gumercindo, Vila Mariana, Vila Mascote, Vila Nova Conceição, Vila Olímpia, Vila Santa Catarina, Vila Sônia - ZONA OESTE: Água Branca, Alto da Lapa, Alto de Pinheiros, Anhanguera, Barra Funda, Butantã, Caxingui, Cidade Jardim, Jaguara, Jaguaré, Jaraguá, Jardim Peri, Lapa, Pacaembu, Parque dos Príncipes, Parque São Domingos, Perdizes, Perus, Pinheiros, Pirituba, Pompéia, Raposo Tavares, Rio Pequeno, Sumaré, Vila Leopoldina, Vila Madalena, Vila Romana, Vila São Francisco, - ZONA NORTE: Água Fria, Brasilândia, Casa Verde, Freguesia do Ó, Horto Florestal, Imirim, Jaçanã, Jardim São Paulo, Lauzane Paulista, Limão, Mandaqui, Parada Inglesa, Santa Terezinha, Santana, Serra da Cantareira, Tremembé, Tucuruvi, Vila Guilherme, Vila Maria, Vila Medeiros, Vila Nova Cachoeirinha - ZONA LESTE: Água Rasa, Alto da Mooca, Arthur Alvim, Belém, Cangaíba, Cidade Lider, Cidade Patriarca, Ermelino Matarazzo, Guaianazes, Iguatemi, Itaim Paulista, Itaquera, Jardim Anália Franco, Jardim Aricanduva, Jardim Avelino, Jardim Helena, José Bonifácio, Lajeado, Mooca, Parque do Carmo, Penha, Ponte Rasa, São Lucas, São Mateus, São Miguel Paulista, São Rafael, Sapopemba, Tatuapé, Vila Carrão, Vila Curuça, Vila Formosa, Vila Jacuí, Vila Matilde, Vila Prudente, Vila Zelina...

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Ás 08:33 por Dedetizadora Plaft Pluft em , , , ,    Nenhum Comentário
cuidados com animais peçonhentos, cobras, aranhas, Escorpião

A interferência humana no meio-ambiente pode implicar em acidentes com animais peçonhentos, por isso é necessário cuidado. Buscar informações do local frequentado, bem como, saber quais são as espécies lá existentes, podem ser medidas importantes para evitar complicações.

Animais peçonhentos são queles que por meio de mecanismos de caça e defesa são capazes de injetar nas presas substâncias tóxicas, produzidas por glândulas especializadas, por onde passa o veneno. Os animais agem por instinto de defesa e ao se sentirem ameaçados imobilizam o agressor e se deslocam para locais seguros. Jararacas, Cascavéis, Corais verdadeiras, aranhas marrom e armadeira, escorpiões e taturanas são alguns exemplos.


JARARACA (Soro Antibotrópico ou soro Antibotrópico-crotálico)

Jararaca
Possui fosseta loreal ou lacrimal, tendo a extremidade da cauda, com escamas e cor geralmente parda. Nomes populares: Caiçara, Jararacuçu, Urutu, Jararaca do Rabo Branco, Cotiara, Cruzeira e outros. As espécies mais agressivas e encontram-se em locais úmidos.

Imagem: Antonio Bordignon



CASCAVEL (Soro Anticrotálico ou Soro Antibotrópico-crotálico)
Cascavel
Possui fosseta loreal ou lacrimal, a extremidade da cauda apresenta guizo ou chocalho de cor amarelada. Nomes populares: Cascavel, Boicininga, Maracambóia, etc. Essas serpentes são menos agressivas que as jararacas e encontram-se em locais secos


                                                           Imagem: Aquiagora.net 
CORAL VERDADEIRA (Soro Antielapídico)

Coral Verdadeira
Não possui fosseta loreal (atenção: ausência de fosseta loreal é característica de não venenosas. As corais são exceção). Coloração em anéis vermelhos, pretos, brancos e amarelos. Nomes populares: Coral, Coral verdadeira, Boicará, etc. São encontradas em tocas e possuem hábitos subterrâneos. Essas serpentes não são agressivas. Seus acidentes são raros, porém, pelo risco de insuficiência respiratória aguda, devem ser considerados como graves.

Imagem: Samantha B.


ARANHA MARROM
 (loxosceles)
Aranha Marrom
Aranha pouca agressiva, com hábitos noturnos. Encontrada em pilhas de tijolos, telhas, beira de barracos, nas residências, atrás de móveis, cortinas e eventualmente nas roupas.




Imagem: Fiocruz
ARANHA ARMADEIRA (Phoneutria)                                                                                                                                                                            


Aranha Armadeira
Aranha muito agressiva, com hábitos vespertinos e noturnos. Encontrada em bananeiras, folhagens, entre madeira e pedras empilhadas e no interior de residências.




Imagem: Centro de Informações Toxicológicas de Santa Catarina

ESCORPIÃO
 (Tytus)
Escorpião
Os escorpiões são pouco agressivos e tem hábitos noturnos. Encontram-se em pilhas de madeira, cercas, sob pedras e nas residências. Duas espécies merecem maior atenção médica: T. serralatus (amarelo) e T. bahiensis (marrom).



Imagem: Centro de Informações Toxicológicas de Santa Catarina

TATURANAS
 (Lonomia)
Taturana
As lagartas, também conhecidas como lagartas de fogo e oruga, são larvas das mariposas. Vivem durante o dia agrupadas nos troncos de árvores, onde causam acidentes em contato com seus espinhos.

Imagem: mundoestranho.abril.com.br



Como evitar acidentes 

Atitudes que evitam o aparecimento de animais peçonhentos:

-Não acumular entulho, lixo doméstico, ferro velho, telhas e tijolos, mantendo limpo quintais, jardins e terrenos baldios;Ao aparar a grama, recolher as folhas caídas;
-O lixo deve sempre ser mantido fechado em sacos plásticos;
-Andar sempre calçado;
-Ao trabalhar com construção, usar luva de raspa de couro para proteção;
-Não usar inseticida contra o animal;
-Jamais introduzir a mão em frestas ou buracos no chão, como tocas de tatus e cupinzeiros;
-Olhar por onde caminha atenciosamente e em locais onde se deseja apanhar pequenos objetos ou animais;
-Fazer a limpeza de locais com vasta folhagem, usando botas, luvas e calças compridas;
-Os jardins devem ser limpos, a grama aparada e as plantas ornamentais e trepadeiras devem ser afastadas das casas e podadas para que os galhos não toquem o chão;
-Matagais e montes de folhas mais ou menos secas merecem atenção redobrada;
-Muros e calçamentos devem ser cuidados para que não apresentem frestas onde a umidade se acumule e os animais possam se esconder;
-Por telas nas janelas, vedar ralos de pia, tanque, chão e soleiras de portas com saquinhos de areia ou frisos de borracha;
-Combater a infestação de baratas e roedores;
-Não tentar diferenciar cobras venenosas das não venenosas. Somente um especialista pode verificar a diferença entre as duas;
-Não manusear animais peçonhentos vivos ou mortos;
-Evitar o amontoamento de sapatos, roupas e utensílios domésticos;
-Manter berços e camas afastados da parede;
-Evitar lençóis que toquem o chão;
-Bater colchões antes de usá-los;
-Limpar constantemente ralos de banheiros, cozinhas, caixas de gordura e esgoto, mantendo fechados quando não em uso;
-Mudar periodicamente de lugar materiais de construção sem uso, lembrando de proteger as mãos com luvas;
-Evitar queimar terrenos baldios, pois desalojam os escorpiões e outros animais;
-Roupas, calçados e toalhas devem sempre ser examinados antes de usados;
-Importantíssimo preservar os predadores naturais dos escorpiões: corujas, macacos, sapos, galinhas e gansos;
-Acidentes com animais peçonhentos não são muito frequentes, mas ao se deparar com os mesmos, mantenha a calma.

fonte da postagem: Bombeiros PR

0 comentários:

Postar um comentário